28/12/2012, sexta, às 18:50 – por Bianca CappellettiTurnê 2011-2012, Lançamentos, Roxette


Exibido no dia 26/12, a versão para a TV do documentário que o Roxette lançará já pode ser assistida pelo You Tube com legendas em inglês. O pessoal do site RoxetteCafe fez um ótimo trabalho e traduziu a partir do sueco. Caso não esteja visualizando as legendas, clique no botão de ativar legendas ao lado da qualidade de vídeo.



O vídeo também se encontra sem as legendas, em sueco, no site do canal SVT e pode ser acessado clicando aqui.

Como informamos anteriormente, no dia 2 da janeiro teremos a exibição do concerto. O teaser foi liberado hoje e traz Joyride ao vivo. Durante o vídeo, Per fala 'C'mon Santiago', indicando que o vídeo foi gravado na capital chilena mas as imagens incluem Mar del Plata e Neuquen, o que nos faz acreditar que o DVD também seja mixado dessa forma. Em conversa com Christoffer após o show de Curitiba, estávamos impressionados com o vocal de Marie naquele dia, principalmente depois da forte gripe que a deixou quase sem voz na ocasião do show de Lima, alguns dias antes, e ele nos disse que os melhores vocais de Marie, até aquele momento, tinham sido em Santiago e Curitiba. Talvez isso explique a mixagem, de um áudio no qual Marie estava quase perfeita, com os shows procurando mostrar os públicos mais animados.




24/12/2012, segunda, às 12:54 – por Roxette BrasilTurnê 2011-2012, Per Gessle, Marie Fredriksson, Lançamentos, Roxette


Como havíamos noticiado, o TDR está publicando em seu site todas as exclusivas entrevistas que fez com vários membros da banda. Até agora é possível conferir o que disse Marie Dimberg, Pelle, Clarence e Christoffer. Não esqueçam de conferir todas as partes das entrevistas. Neste final de ano, o TDR mais uma vez entrevistou Gessle que, dentre algumas ótimas respostas, revelou que está compondo, tanto para ele mesmo, quanto para o Roxette. Per também deixou claro que Marie está em estúdio, o que confirma a notícia de que haverá um novo álbum solo em sueco para 2013.

A trilha sonora de Small Apartments, filme de Jonas Akerlund para o qual Per compôs músicas, deve sair no início do ano que vem e ele espera que o CD saia junto com o filme. A sua linha de vinhos também irá crescer, com novos exemplares indo ao mercado em 2013.

O documentário - adaptado em versão para TV - será exibido dia 26 de dezembro no canal sueco SVT e recebeu o nome de "It all begins where it ends". No dia 2 de janeiro, também em versão reduzida, será exibido o show que provavelmente teremos logo em DVD (e blu-ray, segundo Gessle). O DVD terá como título "Travelling the world - Roxette Live 2012".

Per também postou no facebook informando que o documentário, quando lançado nos mais variados países, será legendado em nossa língua. Vamos aguardar!




25/11/2012, domingo, às 23:55 – por Roxette BrasilTurnê 2011-2012, Fãs, Roxette


Uma das surpresas que o The Daily Roxette vem anunciando para o final do ano acaba de ser divulgada. Neste final de semana, o mini documentário feito por Colin van der Bel para o TDR animou muito os fãs. Contendo entrevistas de Per, Chris e Dea, o doc focou no relacionamento dos fãs com o Roxette, apresentando diversas imagens selecionadas pelo site - imagens estas que foram enviadas pelos fãs há alguns meses atrás. Um ótimo aquecimento para as surpresas que o site planeja pro próximo mês e para o tão aguardado DVD/Documentário que o próprio Roxette deve colocar nas prateleiras em breve.




09/11/2012, sexta, às 13:37 – por Roxette BrasilTurnê 2011-2012, Fãs, Exclusivo, Roxette, Roxette Brasil


DEA NORBERG
1
RXBRA: Is it your first time in Brazil? What are your expectations?
DEA:
Hi !Yes, it´s my first time to Brazil and to South America. Even though I feel I´ve been travelling so much there is always so much more to see. All these beautiful cities and countries and you don´t wanna miss anything. That can be stressful sometimes but also amazing. I hope to see some new plants and birds, some ocean and some Capoeira.

2
RXBRA: Do you know any brazilian singers? What are your biggest musical influences?
DEA:
Jobim… beautiful music! Biggest influences are Bon Iver, Other Lives, Allison Krauss, Bonnie Raitt, Stevie Wonder, Marvin Gaye, ohh.. so many… I could go on forever, love classical music, world music,…of course I´m also inspired every night on stage with Roxette.

3
RXBRA: How was the process for you to join Roxette? Did you know Per or Marie previously?
DEA:
No, we didn´t know each other.. I was actually living in Las Vegas when I got the call that there would be a possibility for me to join. Me and Per had a lot of email correspondans and then I had a rehearsal with the band and after that we started planning for me to come along.

4
RXBRA: From Eurovision to Vegas. How did this happen?
DEA:
Well, I´ve been working as a back-up singer in Sweden and Europe since 1996 and 2008 I got a message from “Cirque Du Soleil”. They found my MySpace page and said my voice would make a perfect fit for one of their shows, “Delirium”. I did an audition and then a European Arena Tour. A year later they asked me to audition for an upcoming show “Viva Elvis” and Las Vegas… I decided I would try and if I got the job – I would do it. So I did!

5
RXBRA: Dea, leave a message for Roxette Brasil website readers.
DEA:
Hi! First of all I wanna thank all of you who made me feel so welcome. All the messages and the positive energy makes us all just wanna give even more! I love that feeling and the “give and take”. What I realized the most, being on tour with Roxette is that we “the band and the audience” is one, we do it together and I think this is really wonderful. Thanks again and see you out there. Dea.

CALLE BRATTBERG

1
RXBRA: How long have you been working with Roxette?
CALLE:
With Roxette since 2010. Been touring with Per and Gyllene Tider since 2004.

2

RXBRA: Describe your work as a lighter for Roxette.
CALLE:
I work as a light and setdesigner. I try to set a good “mood” for the show and songs, trying to make it both arena big for the powersongs as well as tighr and close for the more delicate numbers. It´s a great job.

3

RXBRA: How did you feel to be remembered in the Charm School credits?
CALLE:
It was fun. It was the start of a great year, with incredible countries to visit, fantastic shows and loads of great and happy people showing us their countries and cultures.

4

RXBRA: What was the impression you had from Brazil last year?
CALLE:
Great fun, great people, great memories!


Continue lendo..


12/09/2012, quarta, às 17:09 – por Roxette BrasilPer Gessle, Marie Fredriksson, Fãs, Exclusivo, Roxette, Roxette Brasil


Em 2011 o site Roxette Brasil trouxe exclusivas com Pelle, Clarence, Magnus, Christoffer, Helena & Per Gessle. Agora em 2012 a saga de entrevistas continua, e você poderá saber um pouco mais sobre o trabalho dos outros membros da 'equipe Roxette' nos bastidores. E será que não faltou ninguém em 2011? Claro que faltou, a protagonista! Este ano recebemos a autorização, de última hora, que seria possivel entrevistar Marie Fredriksson, por isso não tivemos tempo de fazer enquete no site. Mas acreditamos que as perguntas, pensadas em poucos minutos, foram bem oportunas. Qual fã até hoje não está se perguntando a quem Marie se refere nos agradecimentos dos últimos álbuns? Desde "The Change", seu primeiro lançamento após o tumor, todos os álbuns trazem a seguinte frase nos agradecimentos finais:

Tack till Micke, Jossi & Oscar. Moje

* Em Travelling, a escrita é Mojje. A pronúncia correta em português é "Moiê".

Pois bem, chegou a hora!

DEA NORBERG
1
RXBRA: É a sua primeira vez no Brasil? Quais são as suas expectativas?
DEA: Oi! Sim, é a minha primeira vez no Brasil e na América do Sul. Mesmo eu achando que tenho viajado tanto ainda há muito o que ver. Todas essas cidades e países lindos que você não quer perder nada. Isso pode ser estressante às vezes mas também maravilhoso. Eu espero ver novas plantas e pássaros, o oceano e um pouco de capoeira.

2
RXBRA: Você conhece algum cantor brasileiro? Quais são suas maiores influências musicais?
DEA:
Jobim, música linda! Maiores influências musicais são Bon Iver, Other Lives, Allison Krauss, Bonnie Raitt, Stevie Wonder, Marvin Gaye, ahhh são muitas.. eu poderia continuar pra sempre. Amo música clássica, world music ... claro, eu também me inspiro toda noite no palco com o Roxette.

3
RXBRA: Como foi o processo para você entrar no Roxette? Você já conhecia o Per ou a Marie anteriormente?
DEA:
Não, a gente não se conhecia. Na verdade eu estava morando em Las Vegas quando recebi um telefonema sobre a possibilidade de se juntar à banda. Eu e o Per trocamos vários e-mails e então eu fiz um ensaio com a banda, e depois disso começamos a planejar para eu me juntar a eles.

4
RXBRA: Do Eurovision para Las Vegas. Como isso aconteceu?
DEA:
Bem, eu vinha trabalhando como vocal de apoio na Suécia e Europa desde 1996 e em 2008 recebi uma mensagem do “Cirque Du Soleil”. Eles viram minha página no MySpace e disseram que minha voz seria um encaixe perfeito pra um dos shows deles, “Delirium”. Eu fiz um teste e depois uma turnê europeia em arenas. Um ano depois eles me pediram que fizesse um teste pra um outro show, “Viva Elvis” e Las Vegas... eu decidi que iria tentar e se conseguisse o trabalho, faria. E então eu fiz!

5
RXBRA: Dea, deixe uma mensagem para os leitores do site Roxette Brasil.
DEA:
Oi! Primeiramente eu queria agradecer todos vocês que me fizeram sentir tão bem-vinda. Todas as mensagens e a energia positiva nos faz querer dar mais! Eu amo essa sensação e o “dar e receber”. O que eu percebi de mais importante, estando em turnê com o Roxette é que nós “a banda e o público” somos um só, nós fazemos junto e eu acho isso realmente maravilhoso. Obrigada novamente e nos vemos por aí. Dea

CALLE BRATTBERG

1
RXBRA: Há quanto tempo vem trabalhando com o Roxette?
CALLE
: Com o Roxette, desde 2010. Tenho feito turnês com o Per e o Gyllene Tider desde 2004.

2

RXBRA: Descreva o seu trabalho como iluminador pro Roxette.
CALLE
: Eu trabalho com design de palco e iluminação. Eu tento estabelecer um bom “ambiente” pro show e pras músicas, tento fazer com que a arena fique grande pras músicas mais potentes assim como apertada e pequena pros números mais delicados. É um ótimo trabalho!

3

RXBRA: Como você se sentiu em ser lembrado nos créditos de Charm School?
CALLE
: Foi legal, foi o início de um grande ano, com países incríveis a visitar, shows fantásticos e um monte de gente alegre nos mostrando seus países e sua cultura.

4

RXBRA: Qual foi a impressão que teve do Brasil ano passado?
CALLE
: Muita alegria, pessoas maravilhosas, muitas lembranças!


Continue lendo..


21/11/2012, quarta, às 12:42 – por Roxette BrasilTurnê 2011-2012, Charm School, Fãs, Exclusivo, Roxette, Roxette Brasil




Com essas palavras animadoras do final da entrevista, “Nós poderemos aparecer na América do Sul de novo”, que apresentamos as palavras exclusivas de Per Gessle aos fãs Brasileiros.

Diferente dos membros da banda, Per preferiu responder as perguntas por email, após o término da segunda parte da turnê.
Então, direto de Estocolmo, Suécia, Mr.Gessle:

ROXETTE BRASIL: Per, em março de 2011, o Site Roxette Brasil perguntou aos fãs o que eles queriam saber sobre o Roxette se eles pudessem perguntar. Entre todas as perguntas enviadas ao site, nós escolhemos as melhores e aqui estão elas:
(OBS.: Devido o número de perguntas repetidas ou com assuntos que se “lincavam”, fizemos um mix de algumas e o resultado foi esse).


1) ROXETTE BRASIL (Rosangela Santana, Camila Smith e Olivia): Primeiro de tudo, muito obrigado por ter voltado ao Brasil novamente, você realizou o sonho de vários fãs! Como você se sente por voltar ao Brasil depois de 12 anos? Quais são suas melhores lembranças de nosso país e o que você acha dos fãs Brasileiros?
PER GESSLE: Nós certamente amamos tocar no Brasil. A América do Sul sempre teve e tem um espaço especial nos nossos corações. Vocês são sempre muito generosos, calorosos e “barulhentos”. E nós adoramos tudo isso!

2) RXBRA (Site): O dia 3 de novembro de 2010 foi um dia especial para nós fãs porque foi o dia que você anunciou a turnê mundial. Naquela manhã, os Brasileiros colocaram o Roxette em 3º lugar nos trending topics do Twitter. Esta notícia, em conjunto com a euforia mundial, fez com que o Roxette fosse a 9º palavra mais digitada no mundo naquela mesma manhã memorável. Per, você é bastante ativo no Twitter: Você ficou surpreso com esse acontecimento?
PG: Fiquei sim. E ainda estou! Eu não sou mais tão ativo no Twitter. Eu passo mais tempo no Facebook (Roxette Official) nos últimos dias. Mas eu estou muito orgulhoso que muitas pessoas no Brasil estão balançando a bandeira do Rox bem alto!!!

3) RXBRA (Michele): Per, depois desses vários anos, o que te motiva a escrever músicas fantásticas? 
PG: Obrigado. Eu faço o meu melhor. Eu amo o meu trabalho. Eu tenho grande pessoas ao meu redor que sabem entender minhas ambições e idéias. Sem essas pessoas a maioria das minhas músicas iria soar terrível!


4) RXBRA (Site): Você está tocando e cantando algumas canções por muitos anos, então quando você as toca você realmente sente sua música como antes, como a primeira  vez (em relação a letra, melodia, emoções), ou seja, você fica emocionado ou é algo meio mecânico agora? Qual das suas músicas você facilmente fica emocionado quando toca?
PG: Músicas como “It must have been “lunch” or “Listen to your heart” é quase impossível ensaiar nos últimos dias. Mas quando você tem o público na sua frente você se enche de energia e sentimentos. Eu amo tocar todas as músicas antigas várias e várias vezes. Elas parecem significar muito para as pessoas ao redor do mundo. É a grande recompensa que você pode obter como compositor.

5) RXBRA (Nilson, Charles Henrique e Rodrigo Harry):  Falando em composições, você compôs em 1995 o hit “You don’t understand me” em parceria com Desmond Child. Como isso aconteceu? Muitos fãs gostariam de saber se você está interessado em trabalhar (compor ou cantar) com alguma outra figura famosa. Se a resposta for sim, que seria?
PG: Desmond e eu começamos a trabalhar quando ele estava na Suécia fazendo alguma outra coisa. As músicas que nós escrevemos* não eram intencionalmente para o Rox mas a Marie se apaixonou por “You don't understand me” a primeira vez que ela ouviu. Então ela quis cantar a demo! E de repente virou uma música do Roxette. Não, eu relamente não me interesso em compor com outras pessoas. Na verdade nunca me interessei. Mas será que eu deveria tentar???
* Então existem mais músicas escritas em parceria???

6) RXBRA (Site):  Durante o lançamento do single de “Sleeping in my car”, você disse em uma entrevista de 1994 ao antigo Fanclub Oficial do Roxette da Holanda, que você tinha um “grande vácuo” na sua vida. Então Per, você já transou no banco de trás do seu carro?
PG: Ayayay. Não revelo mais segredos agora! Desculpe.


7) RXBRA (Site + Ceres, Camila Smith, Rodrigo Harry): Agora, falando do “Charm School”, os Brasileiros concordam com o Clarence quando ele disse que esse era um dos melhores álbuns do Roxette. Quantas músicas foram gravadas durante o processo? E alguma chance de ter alguma música não utilizada no álbum como lado B de algum próximo single? Qual a sua música favorita do álbum? E a da Marie?
PG: Existem 3, talvez 4 músicas por aí. Não sei se nós vamos usar elas. A música favorita da Marie é “No one makes it on her own”. A minha é “I'm glad you called” e “Way Out” porque é difícil escrever músicas como essas na minha idade!!!

8) RXBRA (Site + Camila Smith):  Depois de 10 anos você está de volta em turnê com o Roxette. O que você acha de ter muitos jovens nos shows? Deve ser bom saber que sua música sobreviveu todos esses anos, não é? Muitos fãs jovens Brasileiros estavam usando fraldas quando você cantou “Hello, you fool, I love you” pela primeira vez e agora eles estão cantando com você nos shows. OK Per, esqueça o fato que nós estamos ficando velhos!
PG: Yea, é fabuloso!!! É assim no mundo todo. Eu acho que a musica que nós fazemos é bastante atemporal. Nós nunca fomos interessados em tendências que depois passam em alguns meses. Nós somos muito antiquados nesse sentido. Talvez valha a pena?

9) RXBRA (Site + Tiago e Ceres):  Os fãs do Roxette sempre falam sobre o fato da banda não ter um show registrado em DVD. Tem alguma chance de termos um DVD desta turnê? E existe alguma chance de algum show antigo ser lançado em DVD também? A propósito, nós não vemos a hora de ver vocês em Blu-Ray!!!
PG: Yea, nós estamos trabalhando nisso!!!! Continuem conectados!


10) RXBRA (Site): No documentário da turnê de “Crash! Boom! Bang!”, mesmo sendo ele em sueco e nós brasileiros termos entendido pouca coisa, você disse que você falava com suas garrafas de vinho (cena do Per em sua adega). Você ainda fala com elas?! (Graças a Deus que nós não somos os únicos loucos! Nós costumamos falar com nossos CD’s do Roxette e ninguém entende isso!)
PG: Falar com elas? Que grande idéia! Tinha esquecido disso!

11) RXBRA (Site + Ricardo Cortelini e Olívia):  Agora o que você pode nos dizer sobre o futuro da banda. Nós sabemos que a turnê pode se estender até o ano que vem, mas, depois de tudo isso, as coisas continuarão de pé para a Marie e vocês estão voltando pra ficar? Vocês tem a intenção de voltar para encerrar a turnê aqui?
PG: Sim, parece que a turnê vai se estender até 2012. Quem sabe, (o famoso “who knows” do Per!) nós poderemos aparecer na América do Sul de novo. Nós iriamos amar isso! Nenhuma promessa, embora...!
Cheers, P.

Roxette Brasil Team: Thank you Per for your kind attention with us and with all Brazilian fans! We hardly can’t wait for that! We bet all fans from South America will sold out the stages once again to see you! So, we hope to see you very soon again!

Special Thanx to: Helena Josefsson, for her help in this interview.

OBS.: Todas as questões devem ser sempre direcionadas a Per Gessle.

ATUALIZAÇÃO 02/06: Confira a versão original em inglês no site dos nossos parceiros Roxette Blog.




21/11/2012, quarta, às 12:41 – por Roxette BrasilTurnê 2011-2012, Fãs, Exclusivo, Roxette, Roxette Brasil


Estaremos repostando as entrevistas do ano passado feitas com a banda para introduzir as deste ano. É sempre bom relembrar o ano de 2011 e toda a jornada que tivemos no mês de abril!

Enjoy!




Com essa citação de Per Gessle: "A melhor banda que nossos fãs já viram" que orgulhosamente apresentamos a entrevista que fizemos com todos os membros da banda!

Decidimos por fazê-la através de um caderno personalizado do site para poder apreciar a "caligrafia" de nossos músicos favoritos!

Prontamente todos responderam e comentaram pessoalmente as respostas, durante os vôos e hotéis. Foi unânime os agradecimentos ao público brasileiro pelo carinho e hospitalidade!

Com vocês, a melhor banda de todos os tempos:

CHRISTOFFER LUNDQUIST:
1) ROXETTE BRASIL: É sua primeira vez no Brasil. Quais são suas expectativas?
CHRISTOFFER LUNDQUIST: Bom, eu devo admitir que eu não conheço muita coisa do Brasil, só as coisas do tempo de colégio, minhas expectativas são bem normais: clima quente, pessoas verdadeiras, cultura diferente, etc. Mas depois de 2 dias eu estou sem fôlego pela amizade, hospitalidade e calor humano que nós temos encontrado aqui. Já estou amando isso aqui! E o público então... wow!

2) RXBRA: Quais são suas grandes influências musicais?
CL: Rock dos anos 60 e 70 além de musica pop, como The Beatles, The Who, The Rolling Stones,  Genesis, Led Zeppelin, etc… Eu tenho uma extrema conexão com a música feita entre os anos de 1967 a 1973 por alguma razão, quase tudo deste período mexe com meus acordes internos! Mas eu também escuto diferentes tipos de músicas, clássica, eu amo ópera, etc... Tem muita música para ser descoberta.

3) RXBRA: Como você se sente sendo parte do Roxette atualmente?
CL: wow, é uma honra, um privilégio, uma aventura, um aprendizado, e de um modo pessoal significa fazer coisas fantásticas com os amigos. É inacreditável, o que mais eu posso dizer?

4) RXBRA: Como você conheceu o Per (Foi por causa do Brainpool?) E a Marie?
CL: Sim, minha banda Brainpool foi a primeira banda que o selo musical de Per Gessle, a Jimmy Fun Music, contratou em 1994. E três meses depois nós estávamos abrindo a turnê do Roxette Crash! Boom! Bang! Foi assim que eu conheci o Per e a Marie e durante essa turnê do Roxette eu também fiquei muito amigo do Clarence. Aí o Brainpool foi convidado a tocar em algumas faixas do “The World According to Gessle”, e depois disso eu fiquei por aqui, eu acho!

5) RXBRA: "Sooooooo Christoffeeeeeeeeer", diga algumas palavras para os leitores do Site Roxette Brasil!
CL: Obrigada a todos por serem tão incrivelmente legais, acolhedores e amigáveis com a gente! Eu mal vejo a hora voltar para o Brasil agora! Eu já estou amando aqui agora! Muito obrigada a todos!

HELENA JOSEFSSON:

1) ROXETTE BRASIL: É sua primeira vez no Brasil. Quais são suas expectativas?
HELENA JOSEFSSON: Pessoas calorosas, grandes amigos, muita música e dança. Ótimos jogadores de futebol e de vôlei de praia. (Minha irmã é jogadora de vôlei de praia).

2) RXBRA: Você conhece outro cantor ou cantor brasileira além de Elis Regina? (Helena mencionou isso e inclusive cantou 1 música da Elis no aeroporto em Montevidéu)
HJ: Sim, Astrud Gilberto. Mas é difícil dizer minhas maiores influências... É como se a música fosse um ingrediente básico, para se sentir bem, como comer, dormir, se movimentar, natureza. A vida é a maior das influências. E também Kate Bush, Michael Jackson, Björk, Nina Simone e etc...
 
3) RXBRA: Como você conheceu o Per?
HJ: Eu conheci ele no Polar Studio em Estocolmo durante as gravações de Mazarin em 2003.

4) RXBRA: No CD “... and poems for the unborn” da sua banda com seu marido Martinique, a Sandy Mouche, você aparece segurando o álbum do Roxette “Look Sharp”. Você já era fã da banda naquela época? O que você achava do Roxette antes de trabalhar com o Per?
HJ: Eu era mais fã do trabalho solo da Marie, como por exemplo o “Den Sjunden Vågen”, entre outros... Mas nós escutávamos Roxette no ônibus da escola e na casa dos meus amigos. Eu acho que “Joyride” é minha favorita.

5) RXBRA: Helena, deixe uma mensagem para os leitores do Site Roxette Brasil.
HJ: Obrigada por todo o amor que vocês estão nos dando! Boa sorte com suas vidas, eu desejo tudo de bom!

MAGNUS BÖRJESON
1) ROXETTE BRASIL: É a sua primeira vez no Brasil. Quais são suas expectativas?
MAGNUS BÖRJESON: Samba, futebol, bossa nova, biquinis pequenos e grandes corações!

2) RXBRA: Quais são suas maiores influências musicais? Conhece algum músico brasileiro?
MB: The Beatles, Roxy Music, Sparks, Kraftwerk, The Beach Boys, Burt Bacharach e The Beatles… (eu já tinha dito?)
Gilberto*.
*(Referindo-se a João Gilberto)

3) RXBRA: Como você conheceu Per? E Marie?
MB: Eu conheci Per nas gravações de “Mazarin” e comecei a tocar com ele um pouco depois da turnê. Conheci Marie quando fizemos algo para a TV alemã, algo para a Bravo.*
*(Referindo-se a apresentação de “The Look” que o Roxette fez na ocasião do aniversário de 50 anos da revista BRAVO, em 2006)

4) RXBRA: Como é fazer parte do Roxette hoje em dia?
MB: Fantástico. A banda é ótima e os fãs são brilhantes. A equipe de apoio* é linda. A mais linda equipe do planeta.
RXBRA: (risadas) (???????)
*(Referindo-se ao crew do Roxette)

5) RXBRA: Magnus, deixe uma mensagem para os leitores do Site Roxette Brasil:
MB: Continuem sempre aí!

CLARENCE ÖFWERMAN:

1) ROXETTE BRASIL: Essa é a sua terceira vez no Brasil, certo? (92, 95 e 2011). Quais são as suas expectativas desta vez?
CLARENCE ÖFWERMAN: É fantástico estar no Brasil novamente. Eu nunca pensei que isto iria acontecer de novo e com o Roxette. Será incrível encontrar novamente o público brasileiro e eu espero pegar um sol, assistir futebol na praia e tomar algumas caipirinhas.

2) RXBRA: Você sempre esteve em turnê com o Roxette. Como se sente excursionando novamente depois de tanto tempo?
CÖ: É quase um milagre que Marie agora está de volta aos palcos. É um sonho realizado.

3) RXBRA: Seu pai* trabalhou com o grande Sivuca**. Você esteve de alguma forma envolvido nesse projeto ou em algum outro com participação de músicos brasileiros?
CÖ: Eu não tenho certeza mas acho que toquei teclado em uma faixa do álbum “Toots & Sivuca”. Também encontrei ele algumas vezes.
* (O pai de Clarence é Rune Öfwerman).
** (Mais informações sobre Sivuca chequem aqui).

4) RXBRA: Qual álbum você se divertiu mais produzindo?
CÖ: Eu diria que com a maioria deles eu me diverti exceto “Have A Nice Day” e “Room Service”, que seriam talvez os menos inspirados.

5) RXBRA: Clarence, deixe uma mensagem para os leitores do Site Roxette Brasil:
CÖ: Eu espero que vocês tragam de volta o troféu da Copa de 2014 para onde ele pertence. Obrigada por serem tão legais e amigáveis!

PELLE ALSING:
1) ROXETTE BRASIL: Essa é a sua quarta vez no Brasil, certo? (92, 95, 99 e 2011). Quais são as suas expectativas?
PELLE ALSING: Eu estou muito feliz de estar aqui de novo. Eu pensei que não teria a chance de voltar aqui com o Roxette depois da doença da Marie. É um milagre!

2) RXBRA: Quais são as suas maiores influências musicais? Algum baterista de quem você possa falar?
PA: Os anos 60 e 70. Ringo e Charlie*. Confiram o Wilco!** A melhor banda hoje em dia!
* (Referindo-se a Ringo Starr, baterista dos Beatles e Charlie Watts, baterista dos Rolling Stones).
**(Para a banda Norte Americana Wilco, chequem aqui)

3) RXBRA: Você conhece algum músico brasileiro?
PA: Antônio Carlos Jobim, João Gilberto, Astrud Gilberto, etc...

4) RXBRA: Você é um cara muito engraçado (os bateristas sempre são!), sempre alegre. Quais são as suas expectativas em termos de diversão no Brasil? Tem algum lugar que você tenha ouvido falar e gostaria de ir?
PA: Ouvi falar da Lapa (no Rio). Espero ir lá em alguma noite de folga. A praia e uma verdadeira boa comida! Confiram o Zsa Zsa Bistro* no Rio!
* (Para Zaza Bistro, chequem aqui)

5) RXBRA: Pelle, deixe uma mensagem para os leitores do Site Roxette Brasil:
PA: Obrigada por serem tão legais e amigáveis! Tudo de bom!

Curiosidade: Pelle brincou durante a entrevista: "vocês brasileiros pronunciam bem meu nome, pensei que teriam dificuldade por causa do Pelé!" 




Próximo capítulo: Entrevista com Per Gessle. (perguntas feitas pelos fãs aqui no site no mês de março).




05/10/2012, sexta, às 15:00 – por Bianca CappellettiTurnê 2011-2012, Marie Fredriksson, Roxette


Depois de muitos anos sem dar entrevista a canais de televisão, Marie falou para a CBS americana, em ocasião do show em Los Angeles. Uma entrevista emocionante na qual ela demonstra claramente, na voz, o que viveu desde 2002. O site da CBS traz um breve resumo da entrevista. No link acima, o vídeo pode ser acessado direto do site da CBS.

No momento, segue o único vídeo postado no You Tube.




05/10/2012, sexta, às 10:16 – por Bianca CappellettiPer Gessle


O interesse de Per por vinhos vem de longa data - desde novo, em sua casa, e depois de mais jovem, em tantas idas ao extinto restaurante "Paul & Norbert". Na semana passada, Per apresentou seus vinhos para o público. "Furet" e "Kurt & Lisa" foram produzidos pela famosa vinícola italiana Allegrini, da região de Verona. Marilisa Allegrini é amiga da família de Per já há algum tempo. Ela, quando entrevistada pelo Hotel Tylosand, se disse orgulhosa de estar envolvida nesse trabalho por adorar a Suécia e por ter Per como amigo. A princípio, a "Seleção Per Gessle" (The Per Gessle Selection), como é denominada, teria sido desenvolvida com intuito de ser o "vinho da casa", de uso do Hotel Tylosand mas Per achou o resultado final tão fantástico que decidiu compartilhar fora dos domínios do hotel.  

Aos amantes de um bom vinho tinto, "Furet" é uma mistura de Merlot, Syrah, Cabernet Sauvignon e Cabernet Franc. Ficou 18 meses armazenado em barris franceses, sendo metade dos barris novos e metade de tambores já usados. "Kurt & Lisa", por sua vez, mistura Cabernet Sauvignon, Franc e Petit Verdot, ficando oito meses armazenado.

Furet é o nome da vizinhança na qual Per cresceu, mais especificamente na rua Larkvagen, a mesma referenciada em "Cinnamon Street" do Roxette. O rótulo da garrafa traz a casa da infância de Per (a mesma do single Jag borde förstås vetat bättre do Gyllene Tider) e mostra uma bicicleta na frente. Na foto original, Per, de pijama amarelo, está no portão mas a foto da criança precisou ser retirada devido às normas europeias de comercialização de bebidas que impedem que crianças aparecam nos rótulos. Na etiqueta de "Kurt & Lisa", temos a foto dos pais de Per no dia do casamento.

A partir do dia 1 de novembro, será possível adquirir ambos na famosa loja de bebidas suecas, a Systembolaget - "Furet", ao custo de 149 coroas suecas, e "Kurt & Lisa" por 249 coroas - algo em torno de 45 e 76 reais a garrafa, respectivamente. Não sabemos ainda se os vinhos serão vendidos em outros locais mas "Kurt & Lisa" (batizado em homenagem aos pais de Per - Kurt e Elisabeth) será uma edição limitada de 1000 garrafas.




23/09/2012, domingo, às 16:12 – por Roxette BrasilTurnê 2011-2012, Travelling (antes T2), Roxette


Correspondente Especial no México: Danyela Etchart, Roxette Brasil.



Com setlist reduzido para 18 músicas, o Roxette terminou a maior turnê da sua história com um show no Auditorio Nacional, Cidade do México, para 14 mil pessoas e com lotação esgotada. A última vez que haviam pisado em terras mexicanas havia sido em 1992, como parte da Join the Joyride World Tour, no mesmo local, mais precisamente nos dias 25 e 26 de março daquele ano.

Um dos momentos de destaque do concerto ficou por conta da execução de Perfect Day, onde Marie emocionou a todos, inclusive a equipe, segurando o acorde final por 17 segundos, de acordo com Evgeny, assíduo fã da Rússia (que cronometrou!).

A multidão veio abaixo quando "professor" Christoffer iniciou os acordes de "Cielito Lindo", (o nosso popular: ai ai ai ai tá chegando a hora... o dia já vem raiando meu bem, eu tenho que ir embora!)





Continue lendo..


 

Ver ainda mais notícias ›


TWITTER @ROXETTEBRASIL

 

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

 


TWITTER ROXETTE/PER GESSLE

 

ROXETTE COMENTADO NO TWITTER